k [GRIFO NOSSO] - Recortes do Moura - UOL Blog

[GRIFO NOSSO] - Recortes do Moura


Sábado , 09 de Setembro de 2006


Lembram do referendo?

Debate político

 

Inimigos políticos, os deputados baianos Geddel Vieira Lima, do PMDB, e Paulo Magalhães, do PFL, encontraram-se quarta no vôo da Gol entre Salvador e Brasília. O debate:

 

— O que é que está me olhando, seu...?"

 

— Vá à merda, seu...

 

— &wgejhrkj!!!

 

— orltjp#5749!!!

 

 

E ainda...

 

Tem gente que reclama que no Brasil não há debate político.

 

 

Morte no trânsito

 

Apesar da morte de cinco jovens no domingo passado na Lagoa, o Orkut abriga comunidades que enaltecem a velocidade no trânsito.

 

Entre elas, tem a "Eu sei dirigir bêbado" (13.906 pessoas) e a "Sou de menor, mas adoro dirigir" (5. 969).

 

Meu Deus!

 

 

Fala sério, Kelman

 

Gerson Kelman disse ao "Valor" que o problema de furto de energia no Rio "tem raízes culturais na sociedade fluminense".

 

Isto na minha terra quer dizer que o diretor da Aneel acha que a população do Rio é chegada a um roubo.

 

 

Tiro pela culatra

 

Pode ser que ele esteja chorando de barriga cheia.

 

Mas o certo é que o deputado Alberto Fraga (PFL-DF), líder da bancada da bala no Congresso, não esconde a sua decepção com a Taurus.

 

Diz que a bélica não tem sido generosa nesta campanha eleitoral.

 

 

Mas...

 

Em 2005, a Taurus doou R$ 2,4 milhões à campanha contra o desarmamento liderada por Fraga.

 

 

Ancelmo Góis. O GLOBO, 09 set. 2006, grifo nosso. 

 

Escrito por Moura às 18:34
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sexta-feira , 08 de Setembro de 2006


Desconhecido

Quem?


Depois de visitar uma favela ontem no Rio, Geraldo Alckmin gravava cena para seu programa de TV quando foi abordado pelos ocupantes de um carro. O tucano já ia acenar, mas o motorista disparou: "Por favor, o senhor sabe como eu faço para pegar a avenida Brasil?".

 

 

 

 

Numa fria

 

Os deputados do PSOL Chico Alencar (RJ), Orlando Fantazzini (SP) e Ivan Valente (SP) conversavam sobre a campanha eleitoral no plenário da Câmara. Animado, Alencar comentava o desempenho da nova sigla no Rio.


-A receptividade em São Paulo também é boa. O problema é o tempo mínimo de TV-, lamentou Fantazzini.


-Somos um dos poucos partidos com campanha de rua, mas nosso inimigo é a frente...- completou Valente.


-Frente de esquerda?- interrompeu Alencar.


-Não! A frente fria! O povo passa nas ruas geladas com as mãos enfiadas no bolso da calça ou do casaco. Precisa ter muita coragem para tirar e pegar nossos panfletos.

 

Painel. Folha de S. Paulo, 8 set. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 12:32
[ ] [ envie esta mensagem ]

Juscelino e o supérfluo

 

Um fim de semana, como todo fim de semana, Juscelino estava em Brasília fiscalizando as obras. Lucio Costa levou-o à rodoviária. Lá de cima, sobre a Esplanada dos Ministérios, o sábio urbanista pediu a Juscelino:

 

Presidente, esta rodoviaria é uma obra básica, fundamental. Fale com o Israel (Israel Pinheiro, presidente da Novacap e responsável por toda a construção) para ele dar prioridade também a outras obras essenciais, como o saneamento, e não ficar pensando só nos palácios, na Esplanada, nos ministérios, nos grandes eixos e nas quadras residenciais.

 

Doutor Lucio, eu não estou preocupado com o essencial. Estou preocupado é com o supérfluo. Vou fazer o supérfluo, porque o essencial os que vierem depois de mim serão obrigados a fazer. Se eu não fizer os palácios, a Esplanada, os ministérios, o eixo-monumental, os outros grandes eixos, as quadras residenciais, o lago, a grandiosidade da cidade, depois ninguém fará.

 

Sebastião Nery. Tribuna da Imprensa, 08 set. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 12:26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Pesquisas que viciam

[...]


A pesquisa é completa deformação. Ouvem mil, 2 mil ou, digamos, 5 mil pessoas, e daí traçam o retrato da "vontade ou convicção" de 126 milhões de eleitores. Ao contrário do que eles dizem, não é a pesquisa que está certa e sim a monstruosa repetição delas.

 

A pesquisa numérica vem em linha reta da afirmação do nazista Joseph Goebells: "Uma mentira dezenas de vezes repetida acaba se transformando em verdade". A eleição é viciada e influenciada pela repetição da pesquisa, seria melhor nem haver o voto e sim o que foi "apurado" antecipadamente.


[...]


Helio Fernandes. Tribuna da Imprensa, 8 set. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 12:22
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quinta-feira , 07 de Setembro de 2006


Circo da Independência

Respeitável público...

 

Enquanto o (re)presidenciável Lula participava, em Brasília, do desfile da Independência, acompanhado da primeira-dama Maria Letícia - que estava devidamente caracterizada de verde-louro (amarelo com bolinhas verdes) -, os outros principais candidatos à presidência fizeram campanha no Rio de Janeiro.

 

Foi até engraçada a edição do Jornal Nacional, da TV Globo, da cobertura do dia dos candidatos no Rio de Janeiro: Heloísa Helena beijava criancinhas no Aterro do Flamengo; Geraldo Alckmin, num grande esforço de parecer popular,  bebeu cafezinho, jogou sinuca e distribuiu paçocas na favela Rio das Pedras; e Cristovam Buarque, na Quinta da Boa Vista, chegou até a abraçar um palhaço.

 

Sem mais comentários.

 

Escrito por Moura às 21:23
[ ] [ envie esta mensagem ]

Não deixou saudade

Visões


Caetano em 2002, sobre Fernando Henrique: "Teremos muitas saudades dele no futuro."


Caetano ontem, quatro anos depois, para o repórter Antônio Carlos Miguel: "O mandato de Lula foi medíocre, como o de Fernando Henrique."

 

Ancelmo Góis. O GLOBO, 07 set. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 20:50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Hilário Eleitoral Gratuito

Todos candidatos a Deputado Federal:

 

Funcionários


Eduardo Valeriano, do PT do B: "... funcionáros..."


Mais um exemplo de legenda mal redigida.

 

 

 

 

 

 

Contigo?


Leil Ribeiro, do PT do B: "Criança comigo não fica na rua".


Frase mal elaborada. Múltiplas interpretações.

 

 

Justiça


Alexandre Rodrigues, do PT do B: "Justiça cega gera violência".


Será que ele sabe o significado do provérbio que diz que a justiça é cega?

 

 

Experiente


Professor Bené, do PPS: "Candidato pela primeira vez. Com experiência para fazer por você o que ninguém fez".


Se ele é candidato pela primeira vez, a experiência que ele diz ter certamente não é de deputado.

 

 

Juízo


Sargento PM Paixão, do mesmo PPS: "Comigo será 'bateu levou'. Ninguém atacará policiais sem ter resposta. Quem tem juízo vota na juíza".


Ele é candidato a deputado ou a "justiceiro"?

 

 

Bagunça


Comandante Madeira, do mesmíssimo PPS: "Chega de bagunça! Sou militar e estou aqui para mudar. Madeira neles!".


Estão querendo vender mesmo a idéia que os militares é que resolvem. E ainda tem o duplo sentido do "Madeira neles!".

 

 

Água


Rogério Lisboa, do PFL: "Tá falando água na Baixada. A CEDAE e o governo do Estado abandonaram a população. Vou lutar pela água".


Sei não. Se ele quisesse ajudar a resolver a situação da falta d'água, ele deveria se candidatar a deputado estadual, e não a federal.

 

 

Promessa


Ayrton Xerez, do PFL: "Construí 25 mil casas em todo estado. Preciso do seu voto para continuar esse trabalho".


Deputado pode conseguir recursos. Quem constrói é o poder Executivo. A promessa valeria se ele fosse candidato a presidente ou a governador.

 

 

Falador


Caio Mello, do PFL: "não vim para falar, vim para fazer. [...]".


Depois dessa declaração ele ainda proferiu três frases. Imagina se ele viesse para falar mesmo?

 

Escrito por Moura às 10:41
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carta voadora

Sete de Setembro! Cruzes! Hoje é dia de ver cavalo fazendo cocô na avenida. Mais um feriadão. Diz que o Brasil pára no feriadão. É melhor parar que andar pra trás!

[...]

E a gente depende tanto dos Estados Unidos que deveria ser Independência ao Norte!

E tem um candidato que atende pelo nome de Laranja. Esse já vem pronto para o escândalo de corrupção. Já imaginou a manchete do jornal? 'Laranja vira laranja!'

[...]

E eu já disse que a única pessoa que não gosta de feriadão é o homem casado com mulher feia. Rarará!

[...]

E sabe como os portugueses chamam e-mail? Carta voadora! É mole?

 

José Simão. O POVO, Fortaleza, 07 set. 2006,  10:27, excerto, grifo nosso.

Escrito por Moura às 10:25
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quarta-feira , 06 de Setembro de 2006


As fezes de vocês

[...]

E adorei a charge do Pelicano com o Lula numa dúvida cruel: 'Como é que eu vou passar a faixa pra mim mesmo?'. Rarará.

 

Galera Medonha! Datapadaria informa. E aí um candidato do Ceará gritou: 'Com a minha fé e as fezes de vocês, eu vou ser eleito'. E quem vai puxar a descarga?! Rarará!

 

José Simão. O POVO, Fortaleza, 06 set. 2006,  03:23, excerto, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 12:22
[ ] [ envie esta mensagem ]

Algumas do Ancelmo

Merda na política I


Tem música nova no próximo show dos irmãos Chico e Paulo Caruso na praça. Diz:


Paulo Betti falou/ Paulo Betti avisou/ Fazer política é que nem fazer cocô/ Mas isso vem do tempo do Lacerda/ Não se faz sem enfiar a mão na merda.

 

Merda na política II


Ontem, em Pernambuco, Lula, no palanque ao lado do ex-ministro Humberto Costa, contribuiu para a nova ordem ética brasileira ao falar sobre o caso dos sanguessugas:


- Essas coisas acontecem. A democracia não é só coisa limpa.


Ah, bom!

 

Cervejinha


A Sky Lounge, de onde os cinco jovens saíram antes do acidente fatal de carro na Lagoa, no Rio, cobra, aos sábados, R$80 de consumação mínima dos rapazes e R$30 das moças.


Para usar o crédito, tem jovem que prefere beber 12 cervejas por noite.

 

É campeão


O motorista do caminhão-tanque LUN 0181, da Ipiranga, é favorito ao título de campeão da bandalha no Rio.


Ontem, às 18h55m, ele dirigia, fumava e falava no celular. E ainda saiu do posto da Rua Conde de Bernadote na contramão.

 

Ancelmo Góis. O GLOBO, 06 set. 2006, grifo nosso.


 

Escrito por Moura às 12:20
[ ] [ envie esta mensagem ]

Voto aberto

Tiroteio

 

"Tudo bem, o voto agora é aberto. Resta saber se os colegas vão aparecer em dia de cassação."

 

Do deputado federal BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS), lembrando que uma das principais manobras para absolver parlamentares acusados de irregularidades é não comparecer ao plenário.

 

Painel. Folha de S. Paulo, 6 set. 2006.

 

Escrito por Moura às 12:18
[ ] [ envie esta mensagem ]

Ex-diabo de barba

Deus nos acuda


 

A liberdade de escolha de religião é mais sagrada do que o entendimento do papel dela na vida de uma pessoa. De acordo. Mas, quando os braços de uma determinada religião começam a abarcar causas mais do que terrenas -adquirindo redes de televisão, aviões, patrocinando campanhas e partidos eleitorais-, qual deve ser o papel do Estado?


[...]


A Igreja Universal em si goza de isenção de Imposto de Renda. Sofreu investigações diversas nas operações de compra de emissoras e de bens com dinheiro vindo de contas do exterior por prepostos seus. No momento em que políticos como o senador Marcelo Crivella, candidato a governador do Rio pelo PRB, aderiram à candidatura de Lula, foi arquivado ao menos um inquérito que investigava empresas ligadas à Universal.


[...]


Lula, que já foi chamado de diabo de barba por Edir Macedo, é agora seu aliado e pretende levar para o governo seus homens de fé. [...]


Plínio Fraga. Folha de S. Paulo, 6 set. 2006, excerto, grifonosso.

 

Escrito por Moura às 12:16
[ ] [ envie esta mensagem ]

Terça-feira , 05 de Setembro de 2006


Lulismo

UM NOVO GETULISMO?


 
Pai dos pobres: com Getúlio, paternalismo e comunicação popular 

 

A comparação é inevitável. Quando Lula se descola dos partidos e torna-se maior que eles graças a uma política social voltada para as camadas mais pobres, seu perfil o remete diretamente para Getúlio Vargas. Conhecido como “o pai dos pobres”, Getúlio criou o salário mínimo, a Consolidação das Leis do Trabalho e organizou os sindicatos e as centrais de trabalhadores. Ele, porém, originou-se da base do poder governista. Foi ministro da Fazenda antes de romper com o sistema, liderar um golpe e tornar-se um líder carismático. Com Lula é diferente. Retirante nordestino, forjou-se no movimento sindical e na oposição ao regime. Uma diferença que o separa de Getúlio na forma de se relacionar com o povo. Os brasileiros viam Getúlio como alguém acima deles, mas disposto a ajudá-los. Lula, ao contrário, é visto como alguém do próprio povo que ascendeu à condição de líder. O que os torna semelhantes é que ambos se colocaram acima dos partidos. Getúlio criou o PTB, mas manteve pontos importantes de contato com o PSD e outros partidos. Lula criou o PT, mas se torna a cada dia maior e mais importante que seu partido.

 

A CONSAGRAÇÃO DO LULISMO. Marco Damiani, Ricardo Miranda e Rudolfo Lago. Isto é, n. 1924, 6 set. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 09:48
[ ] [ envie esta mensagem ]

PT + PMDB + PSDB : Novo Partido?


Em busca de mais apoio, Lula deve alinhavar novo partido


Analistas políticos que acompanham as negociações informais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para garantir a governabilidade em um provável segundo mandato acreditam que ele tem margem de manobra para não ficar nas mãos do PMDB no Congresso, caso seja reeleito. O quadro político-eleitoral aponta para a possibilidade de uma aliança mais ampla entre setores do PT, PMDB e PSDB que garanta a aprovação de projetos e até a formação de um novo partido, avaliam os analistas.

 

- Lula é esperto. Aprendeu muito nos últimos quatro anos. Não quer ficar refém só do PMDB - afirmou o professor de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), David Fleischer.

 

Segundo ele, as negociações informais que o presidente vem mantendo com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), podem levar a uma reestruturação partidária, reunindo social-democratas do PT, PSDB e PMDB. Essa reestruturação, na opinião de Fleischer, poderia vir já em 2007 ou em 2008, depois de o Congresso ter votado temas importantes para o país e de Lula já ter identificado aqueles com quem pode contar.

 

Na base desse realinhamento de forças, disse Fleischer, está o descontentamento de Lula com o PT e o desejo de Aécio de disputar a Presidência em 2010, disposição fomentada pela popularidade de sua candidatura à reeleição, que conta com cerca de 70% das intenções de voto.

 

- Dificilmente Aécio teria maioria no PSDB para sair candidato em 2010 - diz Fleischer, lembrando da força do paulista José Serra dentro do partido.

 

[...]

 

Reuters. Publicada n'O GLOBO On-line em 04/09/2006 às 18h24m, excerto, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 09:45
[ ] [ envie esta mensagem ]

Domingo , 03 de Setembro de 2006


Lampião e candeeiro

Fala sério, Lula


No último programa elitoral, Lula contou, emocionado, a história  de uma mulher do interior do Ceará beneficiada pelo programa Luz para todos:
- Na primeira noite, ela deixou a luz do quarto acesa para ver, pela primeira vez em sua vida, o rosto do filho enquanto dormia.


Mas...

 

Na minha terra, antes da chegada da luz elétrica, as pessoas enxergavam à noite com a ajuda de lampião e candeeiro.


Ancelmo Góis. O GLOBO, 03 set. 2006, grifo nosso.

Escrito por Moura às 12:06
[ ] [ envie esta mensagem ]



DEIXE SEU COMENTÁRIO


Visitante Número

Google
GRIFO NOSSO

Web

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos

Histórico

Outros Sites







JORNAIS DE HOJE










Blog do Ancelmo Gois Papo de Pão-duro GRIFO NOSSO - Os recortes do Moura


KR7 Sr. Hype Tiopunk.com GRIFO NOSSO - Os recortes do Moura





eXTReMe Tracker