k [GRIFO NOSSO] - Recortes do Moura - UOL Blog

[GRIFO NOSSO] - Recortes do Moura


Sexta-feira , 24 de Novembro de 2006


Cursos Práticos para Desempregados

Rolei de rir com esse, mas você poderá encontrar vários outros "Cursos Práticos" no site chamado Zerozen.

 

Desde já aviso que o site tem muita apelação. Mas até o Casseta & Planeta força a barra muitas vezes. Não é mesmo?

Garimpando você poderá encontrar sacadas bastante divertidas.

 

* * * * *

 

Compositor de Samba-enredo

 

"[...] Veja as dicas:

 

1 - Primeiro escolha um tema complicado e complexo, de preferência histórico, e tente transformar isso em uma samba com um refrão grudento. Algo do tipo "vai passar daquelas linhas/o tratado de tordesilhas"

 

2 - Escolha um título gigantesco. Samba-enredo que se preze não tem menos de três linhas. Por exemplo: "A revolução cultural do carnaval de exu saindo debaixo dos portugueses e espanhóis que dançaram uma rumba ao luar das novas descobertas sob guia de iemanjá que rezava para um mundo cheio de estrelas que iluminavam o Tratado de Tordesilhas

 

3 - Não é necessário conhecer história. Se alguém reclamar que a letra não faz sentido explique que você tomou algumas liberdades criativas. Aliás, quanto mais surrealista ficar, melhor

 

4 - Lembre-se de na letra do seu samba-enredo colocar pausas para que os puxadores possam gritar os clássicos "aaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!" "segura, bateria" "simbora, meu povo".

 

5 - Outra regra é importante é: não importa o tema que você escolheu a sua escola deve estar sempre presente, por mais ridículo ou impossível que isso pareça. Por exemplo: "e da tua luta a Mangueira (ou qualquer outra escola) é uma filha/perdida no meio do Tratado de Tordesilhas"

 

6 - Esqueça qualquer possibilidade de crítica social. Como diz o Joaosinho Trinta: "quem gosta de miséria é intelectual"

 

7 - Use e abuse das onomatopéias se você não conseguir sair do mesmo lugar. Exemplo: "oluê, oluâ/camarê, camarilhá/Todo mundo dança no Tratado de Tordesilhas

 

8 - Detalhe fundamental: samba enredo deve ter uma letra imensa. De preferência tão grande que o público não consiga decorar e sequer saiba o que está cantando. Um tamanho razoável seria 1528 estrofes.

 

9 - Lembre-se que neste país tudo vira samba. Nenhum tema pode ser desprezado. A Beija-Flor na época da ditadura chegou a criar um samba-enredo chamado: Pis, Pasep e Funrural. Depois disso tudo é possível. [...]".

  

OBS: Grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 19:05
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quente é mais caro

Comprar pão francês quente por peso sai mais caro

 

O pão francês recém-saído do forno é mais pesado do que o pão que já está a uma temperatura mais fria. Portanto, o pão quente sai mais caro, já que agora está sendo vendido por quilo.

 

Segundo o jornal Agora, na compra de dez pães, por exemplo, com o preço do quilo a R$ 6, o consumidor pode economizar até R$ 0,09 se esperar o pão esfriar.

 

De acordo com a reportagem, em uma padaria da Vila Madalena, na zona oeste de São Paulo, os mesmo dez pães podem custar R$ 3,83 e até R$ 3,74, após 45 minutos.

 

Assim que saíram do forno, os dez pães pesavam 682 gramas. Cinco minutos depois, já mais frios, tinham perdido seis gramas.

 

Para o gerente de padaria Roseval Lemos, 31 anos, a mudança no peso do pão é uma surpresa e pode mudar os hábitos dos clientes.

 

Fonte: INVERTIA, 24 nov. 2006 às 17h39, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 18:45
[ ] [ envie esta mensagem ]

Malabarista

"Lula esteve com Sergio Cabral e perdeu a grande chance de nomear o ministro da Fazenda com o qual sempre sonhou. Quem é? Sergio Cabral, o malabarista da multiplicação dos pães, perdão, do dinheiro que nunca teve. Divorciado, paga 22 mil mensais de pensão para a ex-mulher e 3 filhos. Ganhava pouco mais de 8 mil na Alerj, já tinha esse compromisso improrrogável. Como senador, o salário é quase o mesmo. Como governador, nenhuma alteração.

 

Com a maior simplicidade, Sergio mantém mansão em Angra dos Reis (também em Mangaratiba?), apartamento luxuoso no Leblon, outros bens que foi acumulando e que estão no dossiê que circula. Tem até lancha, só pode ser para navegar na Lagoa. É um desperdício deixá-lo governador, [e] Mantega ministro da Fazenda".

 

Helio Fernandes. Tribuna da Imprensa, 23 nov. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 07:20
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quinta-feira , 23 de Novembro de 2006


Saliente

 

Paulo Maluf voltou saliente para o Congresso. Ao ser abordado ontem por uma repórter, em Brasília, foi logo falando:


"Moça bonita não passa por mim sem pagar um pedágio. Um beijo." Pode?

 

Ancelmo Góis. O GLOBO, 23 nov. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 15:26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quarta-feira , 22 de Novembro de 2006


Pão-duro

Classe econômica

 

No início do governo Lula, em 2003, a então prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), pediu uma carona a Geraldo Alckmin (PSDB), à época governador do Estado, até Brasília, onde participariam de uma reunião no Planalto.


Com a dupla já embarcada no avião de que o governo paulista dispunha na ocasião, um dos auxiliares do tucano, que fazia as vezes de comissário de bordo, perguntou:


- A senhora aceita algo para beber, prefeita?


- Suco de tomate, por favor.


- Desculpe, mas só temos água e refrigerante.


Marta riu e observou:


- Como você é pão-duro, Geraldo!

 

Painel. Folha de São Paulo, 22 nov. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 15:53
[ ] [ envie esta mensagem ]

Avião e passageiro

Esticada

 

A conversa a bordo do AeroLula entre o presidente e os senadores parece ter sido mesmo agradável. Já em solo, o estafe da Aeronáutica que acompanhou o vôo de Três Lagoas (MS) a Brasília esperou cerca de meia hora até os caronas e o anfitrião deixarem o aparelho.

 

Na janelinha

 

Ex-crítico e novo passageiro da aeronave presidencial, o tucano Arthur Virgílio (AM) teve de agüentar piadinhas de senadores ontem o dia todo. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), foi um deles: "E aí, gostou da viagem?".

 

Painel. Folha de São Paulo, 21 nov. 2006, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 08:14
[ ] [ envie esta mensagem ]

Terça-feira , 21 de Novembro de 2006


Audiência

O Chongas é uma mãe. Desde que ele publicou um simples post recomendando este blog aqui, que nossa audiência simplesmente dobrou.

 

Nosso visitante número 1000, a propósito, veio de lá. De Recife, capital do estado de Pernambuco, o(a) milésimo(a) visitante passou por aqui no dia 20/11 às 10:09.

 

Serão os chamados 15 minutos de fama?

 

Valeu, Chongas!

 

Lenga-Lenga e muita mulher linda

Escrito por Moura às 16:00
[ ] [ envie esta mensagem ]

Segunda-feira , 20 de Novembro de 2006


Todo racista é um grande f.d.p

[...] o governador eleito, Sérgio Cabral, participou nesta segunda-feira da homenagem a Zumbi no Dia da Consciência Negra. Cabral foi duro com aqueles que ainda hoje tem qualquer preconceito e brincou ao discursar para os presentes: "Há uma verdade no mundo. Todo racista é um grande f.d.p", afirmou, citando frase de um dos fundadores do Partido Comunista, Astrogildo Pereira.

 

Ele afirmou ainda que manterá a política de cotas em universidades públicas administradas pelo governo do Estado (Uerj e UENF). "A secretaria de ação social vai adotar políticas afirmativas na área de educação e cultura. A política de cotas continuará".

 

[...], o governador eleito aproveitou para cantar e dançar timidamente depois da sua fala onde enfatizou a importância da data: "É uma emoção muito grande estar aqui. Muito axé e viva Zumbi", afirmou no momento em que pétalas de rosas vindas de um helicóptero caiam sobre ele.


 

Thiago Prado. O DIA Online, 20 nov. 2006 às 13:44:00, grifo nosso.

 

Escrito por Moura às 13:08
[ ] [ envie esta mensagem ]



DEIXE SEU COMENTÁRIO


Visitante Número

Google
GRIFO NOSSO

Web

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos

Histórico

Outros Sites







JORNAIS DE HOJE










Blog do Ancelmo Gois Papo de Pão-duro GRIFO NOSSO - Os recortes do Moura


KR7 Sr. Hype Tiopunk.com GRIFO NOSSO - Os recortes do Moura





eXTReMe Tracker